A cientista Jaqueline Goes de Jesus, umas das responsáveis pelo sequenciamento do genoma do primeiro caso de coronavírus na América Latina-Brasil no prazo recorde de 48h, é baiana

A cientista Jaqueline Goes de Jesus, umas das responsáveis pelo sequenciamento do genoma do primeiro caso de coronavírus na América Latina-Brasil no prazo recorde de 48h, é baiana.

A soteropolitana tem graduação em Biomedicina, mestrado em Biotecnologia e doutorado em Patologia.

Em sua conta no Instagram, ao falar sobre o resultado da pesquisa e a repercussão positiva do feito, Jaqueline agradeceu pelo carinho recebido e disse estar “muito feliz”.

“Acostumada apenas com a repercussão dentro do meio científico, ainda estou tentando aterrissar nesse milhão de mensagens de parabéns e agradecimento. Muito obrigada pelo carinho de todos vocês: familiares, amigos e pessoas que ainda não conheço. Mas não poderia deixar de enfatizar que não estou sozinha nessa jornada. Tudo é fruto do trabalho incansável de uma equipe extremamente dedicada da qual faço parte”, destacou.

A formação de Jaqueline conta com passagem pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública e pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e tecnologia da Bahia (IFBA).

Bahia Notícias


Comentários

Comentários

Deixe uma resposta