Liliane Neves Moitinho – Enfermeira especialista em Saúde Pública, Coordenadora Serviço de Promoção à Saúde Secretaria de Desenvolvimento Social

Usando jaleco na rua? Como assim?? Jaleco. Guarda-pó. Seja qual for a denominação, o objetivo é o mesmo: conferir proteção individual a quem o utiliza.

Dessa forma, seu uso é recomendado a profissionais cujo exercício laboral implica em risco de contaminação. Sendo assim, deve ser restrito ao ambiente de trabalho.

Resultado de imagem para jaleco na rua?

Em outro local além desse, não se justifica. Mas por que vemos tantos trabalhadores ou futuros pleiteantes ao exercício da atuação em saúde, fazer uso deste recurso em ambiente público, fora do local padronizado?? Transitando em carros, ônibus, motos, atravessando as ruas, adentrando estabelecimentos comerciais??

O objetivo seria levar as bactérias multirresistentes do ambiente hospitalar para dar um “passeio” nas ruas?? Mas e o contrário??

O contrário também acontece. As bactérias da rua também são levadas para as instituições de saúde.

Mas sob o ponto de vista patológico, são menos perigosas. Em qualquer que seja a circunstância, o uso deste EPI – Equipamento de Proteção Individual: Jaleco – fora do ambiente de trabalho não está correto!!

É preciso repensar essa prática. Fica a dica!

Resultado de imagem para jaleco na rua?
Imagem ilustrativa

Liliane Neves Moitinho Enfermeira especialista em Saúde Pública Coordenadora Serviço de Promoção à Saúde Secretaria de Desenvolvimento Social

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta