As consequências das chuvas foram devastadoras para todos. Os animais também sofreram com as águas que invadiram casas e acabaram os pondo em risco.

Para detectar precocemente algumas doenças e para garantir a saúde dos bichos, a prefeitura organizou, junto com a Secretaria de Meio Ambiente e o grupo Resgate Animal UniBH, uma espécie de hospital veterinário para fazer o manejo profilático (preventivo) de pets atingidos pelas enchentes.

Além dos exames clínicos, o grupo fará aplicação de vermífugo, protocolo de vacina anti-rábica, teste rápido de leishmaniose visceral canina e distribuição de ração.

Quando identificado algum caso crítico, os animais são direcionados para o hospital de campanha montado no Parque de Exposição.

“A prefeitura tem atuado para minimizar danos e proteger a todos. Não seria diferente com os animais. O nosso trabalho seguirá até conseguirmos acolher e cuidar de todos”, disse o prefeito Rodrigo Hagge.

ASCOM / Itapetinga 24 horas

Comentários

Comentários