Profª Victória Midlej Fisioterapeuta Professora de Educação Física Especialista em Fisioterapia Traumato-Ortopédia e Musculação e Treinamento de Força Mestranda em Ciências da Saúde – Vitória da Conquista – Ba

Essa dor pode ser de causa conhecida: hérnia de disco, espondilose (desgaste da coluna), desvios posturais, alterações biomecânicas, osteofitose (bico de papagaio), dentre outras.

Porém, a mais comum é a de causa desconhecida chamada lombalgia inespecífica que é multifatorial com forte componente social e psicológico.

Ao sentir dor, a pessoa deve procurar um médico ortopedista para verificar a causa, sendo considerada a lombalgia inespecífica, é importante procurar um fisioterapeuta para alívio da dor, fortalecimento muscular e melhora da funcionalidade.

É necessário também que o(a) paciente eduque sua postura e adote um estilo de vida mais saudável e menos estressante.

Feito isto, deve-se procurar um profissional de educação física habilitado para iniciar a prática de exercícios físicos orientados e supervisionados.

Treinamento resistido (pilates, musculação, funcional), tai chi chuan e yoga são os mais recomendados. Os estudos mostram que não importa a modalidade escolhida desde que o (a) paciente mantenha uma frequência de 3 a 5 vezes na semana de prática. Ou seja, nada de ficar parado!

Por
Profª Victória Midlej – Fisioterapeuta Professora de Educação Física Especialista em Fisioterapia Traumato-Ortopédia e Musculação e Treinamento de Força Mestranda em Ciências da Saúde (UniMontes) Docente UniFTC e CeuCLAR Fisioterapeuta R2 Centro de Treinamento Coordenadora de Pesquisa e Extensão do Instituto de Pesquisa e Extensão em Saúde Pública (INPES) Coordenadora do Núcleo de Pesquisa e Estudo em Saúde Pública (NUPES)


Comentários

Comentários

Deixe uma resposta